O Mestrado Profissional GDLS é um programa de pós-graduação stricto sensu, recomendado em fevereiro de 2006 pela CAPES. Essa Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior assim conceitua essa modalidade de pós-graduação:

é a designação do Mestrado que enfatiza estudos e técnicas diretamente voltadas ao desempenho de um alto nível de qualificação profissional. Esta ênfase é a única diferença em relação ao acadêmico. Confere, pois, idênticos grau e prerrogativas, inclusive para o exercício da docência, e, como todo programa de Pós-Graduação stricto sensu, tem a validade nacional do diploma condicionada ao reconhecimento prévio do curso (Parecer CNE/CES 0079/2002)”.

O curso objetiva promover a capacitação de profissionais de diversas áreas para:

» a tomada de decisão,

» a implantação e gerenciamento de projetos,

» a formulação de políticas destinadas a melhorar a qualidade de vida das comunidades envolvidas,

» a iniciativa empreendedora referente ao Desenvolvimento Local Sustentável e

» a reflexão crítica sobre práticas e políticas sociais.

ESTRUTURA DO CURSO.

O curso se desenvolve ao longo de 4 semestres. Os três primeiros semestres se destinam basicamente às disciplinas, num mínimo de 8, com 45 horas cada, sendo 4 obrigatórias e 4 optativas, escolhidas pelos mestrandos entre as oferecidas no início do curso.

O quarto semestre é destinado à conclusão e defesa da dissertação.

As atividades presenciais ocorrem em semanas alternadas, entre 8h 20 e 12 horas.

O curso é gratuito.

SELEÇÃO DOS CANDIDATOS.

Em 2006 houve a primeira seleção de candidatos, de acordo com Edital divulgado na página da Faculdade na Internet e chamada em jornais locais, bem como no Diário Oficial do Estado. Outros meios de divulgação foram utilizados.

Desde então, todos os anos, tem sido lançado processo de seleção e os aprovados têm iniciado o curso no segundo semestre de cada ano.

Os interessados em fazer o Mestrado poderão solicitar, mediante envio de seu endereço eletrônico para mestrado.fcap@uol.com.br, que sejam avisados quando da publicação de novo Edital.

PERFIL DO PROFISSIONAL A SER FORMADO.

O egresso do Mestrado Profissional em Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável terá incorporado, durante o seu período de formação, ao conjunto de seus valores, habilidades, conhecimentos teóricos e práticos, um acervo de experiências significativas de crescimento intelectual, decorrentes da sua trajetória de pesquisa e discussões com os docentes, demais mestrandos e outros participantes das atividades acadêmicas de formação.

O Mestre em Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável é habilitado para o exercício de funções executivas e de consultoria, tanto na administração pública, como na privada e no terceiro setor, em atividades relacionadas à gestão do desenvolvimento local sustentável.

O profissional egresso do Mestrado estará apto a: efetuar análises dos processos de desenvolvimento local na perspectiva da sustentabilidade; a coordenar e atuar em grupos multidisciplinares, integrando diferentes perspectivas de análise dos fenômenos sociais; a conceber e desenvolver projetos de intervenção em questões relativas à promoção e à alavancagem do desenvolvimento sustentável em suas distintas dimensões; além de contribuir para o conhecimento da realidade local e regional, a partir da divulgação dos resultados de suas pesquisas, observações, análises e experiências como gestor.

A região Nordeste, carente e desfavorecida relativamente às outras e secularmente depredada no seu meio ambiente, tem muito a ganhar com a formação de profissionais que compreendam que:

a) o desenvolvimento local não é um processo marginal, mas que envolve a maioria das atividades produtivas do país e é fundamental em termos de geração e difusão de progresso técnico e em termos de emprego e renda, da distribuição dessa renda e na luta contra a pobreza;

b) no processo de globalização crescente ocorrido a partir das últimas décadas do século XX, as políticas macroeconômicas e as atitudes e programas solidários não são suficientes para mudar o panorama atual. Nesse contexto, tornam-se necessárias políticas específicas de desenvolvimento produtivo, empresarial e de gestão, de caráter sustentável, ou seja, no médio e longo prazos, de âmbito territorial, as quais facilitam o processo de construção social de uma atmosfera local de criatividade e de empreendimento.

O PÚBLICO-ALVO DO MESTRADO.

É composto de profissionais de distintas áreas que atuam nos setores público, privado e no terceiro setor, na área de gestão de organizações, como gerentes, assessores, consultores, executivos, e, ainda, profissionais jovens que tenham essas aspirações.

Especificamente, são indicados adiante os segmentos do mercado de trabalho em que estaria localizado o público-alvo do Programa:

a) secretarias municipais – educação, saúde, saneamento, infra-estrutura, turismo, indústria e comércio, transporte, meio ambiente, serviços comunitários, planejamento, administração, arrecadação-fiscal entre outras;

b) órgãos públicos estaduais com jurisdição municipal;

c) órgãos públicos federais com jurisdição municipal;

d) câmaras municipais;

e) cooperativas (crédito agrícola, insumos, comercialização etc.) com área de influência municipal, estadual e regional;

f) Organizações Não Governamentais (ONGS) com área de influência municipal, estadual e regional;

g) bancos públicos e privados com jurisdição municipal, estadual, regional ou nacional;

h) secretarias estaduais – educação, saúde, saneamento, infra-estrutura, turismo, indústria e comércio, transporte, serviços comunitários, trabalho, meio ambiente, planejamento, administração, ciência e tecnologia, fazenda entre outras;

i) órgãos públicos estaduais;

j) órgãos públicos regionais com jurisdição estadual;

k) órgãos públicos federais com jurisdição estadual;

l) Assembleias Legislativas estaduais;

m) bancos públicos e privados com área de influência, municipal, estadual e regional;

p) universidades e faculdades públicas e privadas (e mistas sem fins lucrativos); (terceiro grau – cursos com duração de dois, quatro e cinco anos; extensão; pós-graduação; pesquisa);

q) entidades privadas locais, estaduais, nacionais e multinacionais.

Alunos especiais: é possível a candidatos ao Mestrado participarem de uma disciplina como aluno especial, antes de seu ingresso no curso.

As Regras para Admissão de Aluno Especial são divulgadas neste sítio, antes do início dos semestres.