Declaração do Imposto de Renda

Como é obrigatório, a declaração do imposto de Renda deste ano, por isso estamos fazendo esse artigo para vocês que estão querendo saber mais sobre o programa de arrecadação do Governo. Como a tabela IRPF, isenção e sobre quem deve declarar ou não o Imposto de Renda.

As demais informações que vamos passar para vocês são de extrema utilidade, tendo em vista que a declaração do imposto de renda deste ano está próxima e muitos contribuintes precisa saber um pouco mais de alguns detalhes que podem ser bastante fundamental. Por isso vamos facilitar para vocês que é um dos momentos mais complicados deste ano, mas o importante é andar com regularidade em seu país.

O Governo fez uma estimativa com toda a população e chegou a um número de 30 milhões de contribuintes façam a entrega da declaração. Para isso existe um prazo para esse ano que sempre é divulgado com antecedência, mas em breve a Receita Federal do irá divulga a data certa. É de extrema importância ter conhecimento sobre esse prazos para você fazer a sua declaração fora da data estabelecida.

O ano base para a declaração será o ano anterior, é necessário entender se você está entre os requisitos estabelecidos que torna obrigatório a declaração desse imposto. A seguir nesse artigo iremos mostrar mais informações de quem pode contribuir com o Imposto de Renda, e ver qual a importância dele para o nosso sistema de Governo, veja abaixo.

Veja quem pode Declarar o Imposto de Renda

A grande importância é o prazo de entrega da declaração e que não deve ser esquecido de maneira nenhuma pelo o contribuinte. Mas existem outros fatores que também são importantíssimos e que você não pode deixar na hora de montar a sua declaração para este ano. É bastante importante entender quem deve declarar o Imposto de Renda anualmente, assim é possível verificar quais são os requisitos que torna o contribuinte é obrigado a fazer essa declaração.

Quem pode realizar a declaração são pessoas físicas residentes em nosso país que receberam rendimentos tributáveis superiores a um valor de R$ 29.000,00 no ano base, os contribuintes que foram isentos de rendimentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40,000,00 no ano passado.

E a pessoa que teve um ganho de capital de giro na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas deveram prestar conta a Receita Federal. Quem tiver alguma posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil, deve também declarar os seus respectivos bens.

Quem é Insento ao Imposto de Renda

Caso se enquadre na situação de isenção, o contribuinte deverá procurar o serviço médico oficial da União, dos Estados, do Distrito Federal ou dos Municípios para que seja emitido laudo pericial comprovando a doença, e assim, ser orientado para comprovar a isenção.

Apesar da importância grande por fazer a declaração do imposto de renda, mas, nem todas as pessoas que tem renda devem fazer a declaração do IRPF. Rendimentos relativos a aposentadoria, pensão ou reforma não precisa declarar, pessoas com renda até 1.903,98 de acordo com a tabela do ano passado.

Se a pessoa for portadora de alguma doença grave, que se encaixem nos requisitos imposto por uma lei de n° 7.713/88, ficam isento de qualquer declaração.

Depois de ler esse artigo sobre o Imposto de Renda e tirando todas as suas dúvidas, esclarecendo o assunto melhor para os interessados. Não esqueça de deixar o seu comentário sobre o que achou do nosso conteúdo.

Scroll to top